♕ Blog da Ingrid Dirgni ♕

Just another WordPress.com weblog

Arquivo para o mês “junho, 2012”

Não se canse de orar!

Querido Amigo,

Muitas pessoas têm orado para receber o avivamento em sua cidade ou país. Elas se reúnem em grupos de
intercessão, mas apesar de estarem animadas no começo, acabam se desencorajando, pois não veem o tipo de resultado
relatado nos evangelhos e no livro de Atos.
Já conversei com diversas pessoas que têm certeza do seu chamado no ministério e elas me perguntaram, “Quando
Deus vai me usar?” Elas se desencorajam porque não veem os resultados que esperam com a oração; as portas não estão se
abrindo para oportunidades de ministério da forma que elas imaginavam.
Através da minha experiência no ministério e oração, acredito que os cristãos enviados e usados por Deus para
ensinar Sua Palavra ou aqueles que salvam os perdidos para o Seu Reino são os que não se cansam de orar; não se cansam dos
momentos de preparo e treinamento. Aliás, as pessoas parecem não entender que o cansaço é um dos obstáculos que desgasta
sua fé na Palavra de Deus, dificultando o processo de crescimento.

Veja, o tempo de Deus para enviar ministros é quando Ele tem condição de enviá-los aonde eles podem ir para
cumprir o que Ele os chamou a fazer. Ou seja, eles são enviados apenas depois de serem treinados pelo Seu Espírito,
mortificando sua carne no quarto de oração e sendo purificados das coisas que estão entre eles e os desejos de Deus para eles.
Embora certas situações e circunstâncias individuais pareçam “atrasar” a operação do ministério, quando se trata de
sermos usados por Deus em nosso chamado, o momento certo acontece quando VOCÊ está pronto para dar o próximo
passo no plano divino para sua vida. E é a operação do Espírito Santo em você, na medida em que você se entrega à liderança
Dele, que prepara você para esse momento.
Muitas vezes vemos o diabo como nosso inimigo, e com certeza ele tenta nos parar ao usar empecilhos em nossas
vidas. Contudo, para falar a verdade, a maior parte dos nossos fracassos – quando desistimos, voltamos atrás ou procuramos
um caminho mais fácil – acontecem quando nos cansamos durante os períodos difíceis que nos levam ao avivamento em
nossa cidade ou país (sem contar o tempo que leva para as mudanças necessárias acontecerem dentro de nós).
Uma coisa que eu adoro no plano de Deus é que Ele não se importa muito com números. Ele já estabeleceu que você
e Ele são vencedores, então Ele não precisa de muito tempo, apenas de você e da sua fé Nele! Com Deus no Céu e você na
terra colaborando com o Espírito Santo, não tem erro! Se você se submeter à liderança do Senhor em períodos de oração e
treinamento, você Lhe dará o suficiente para cumprir em sua vida tudo o que Ele o chamou para fazer.
Então, será que isso torna os cultos de oração ou grupos de intercessão desnecessários? É claro que não! Mas não
existem desculpas para desistir de ser fiel à oração pessoal. Afinal, a sua comunhão íntima com Deus é o fundamento de tudo
que você faz nessa terra – em cooperação com o Espírito Santo.
Quero encorajá-lo a continuar seus momentos de comunhão com Deus, pois com certeza algo está acontecendo –
independentemente do que você esteja sentindo. Cada minuto ou cada hora que você passa orando em línguas e adorando ao
Senhor é um momento semeado no espírito. Por isso, é impossível que você deixe de se fortalecer no seu conhecimento de
quem você é em Cristo, e quanto mais você crescer NELE, mais Ele poderá usar VOCÊ.
Apenas lembre o que o Apóstolo Paulo disse em Gálatas 6:9 E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu
tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Continue com seus momentos de oração, leitura da Palavra e
ministração para seus irmãos. Eu amo você e louvo a Deus por sua vida; sei que você cumprirá tudo o que o Senhor o
chamou para fazer em Seu Reino!

Seu colaborador, Dave Roberson

Anúncios

A importância do respeito e da submissão da esposa no casamento

Se você tão-somente for capaz de entender a natureza dos homens, terá tudo o que quiser como esposa. Ele vai realizar todas as suas vontades e fazer de você a mulher mais feliz do mundo! O problema é que muitas mulheres pensam q eles são de marte! Você tenta conversar, mas ele não lhe dá ouvidos; tenta fazê-lo enxergar, mas parece que ele se recusa a ver. Isso faz com que se sinta completamente fora do mundo dele. É por isso que existem tantos livros sobre o assunto. As pessoas tentam de tudo, mas não conseguem obter nenhum resultado porque não se trata de psicologia ou estudo. É uma questão de natureza, de como ele foi criado.
Em Gênesis 2:18-24, você pode ler sobre a criação da mulher. Adão, não podendo esconder a tremenda alegria que sentia, disse: “Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne” (v 23). É interessante notar que , embora tenha sido criada à imagem e semelhança de Deus, a mulher foi tirada do homem. Isto deveria significar algo para nós. Se você é mãe, naturalmente espera que seu filho a respeite mesmo sabendo que não tem respostas para todas as perguntas. É um absurdo que uma mãe seja desrespeitada pelos próprios filhos . É aí q entra o homem: Como pode sua esposa, “osso dos seus ossos”, desrespeita-lo? Aos olhos dele, isto é m absurdo. Imagine-se sendo feita para completar um homem e, ao invés de cumprir o seu papel , você o afasta de tudo que o faz se sentir especial: sua masculinidade, liderança e responsabilidade na família, etc.
O que o seu marido tinha em mente quando casou com você era ter ao seu lado uma pessoa com quem pudesse compartilhar a sua vida inteira. E o que você provavelmente tinha em mente quando se casou era ter alguém q cuidasse de você Mas como ele pode cuidar de você se você não o respeita? Como ele pode ser seu parceiro por toda vida se não consegue aceitar o que ele diz? Um marido cuja esposa não tem este entendimento se sente inútil; é como se não estivesse cumprindo o seu papel. Muitos saem à procura de algo que possa aliviar esse peso. Alguns procuram ocupar o tempo com musculação, esportes, trabalho, ou até outras mulheres que os vêem com outros olhos.
A esposa deve ser submissa, submissão fala de ficar em silencio e observar seu esposo.  Entendo que ás vezes é difícil se submeter. Eu já passei por isso. Lembro-me de uma vez em que decidi não dizer nada. Sabia que ele estava errado e que tinha todos os motivos para discutir com ele, mas preferir se submeter e deixar que Deus me honrasse através da minha obediência á Sua Palavra. Naquele mesmo dia,  era como se meu marido me devesse algo. Ele fez de tudo para me agradar e eu me senti como uma princesa. Se estivesse escolhido a opção mais óbvia não teria sido tão paparicada depois; muito pelo contrário, teria me envolvido em mais problemas e discussões.
“A mulher sabia edifica sua casa, mas a tola com as suas próprias mãos a destrói”  (Pv 14.1 a)
Por: Cristiane Cardoso

Navegação de Posts