♕ Blog da Ingrid Dirgni ♕

Just another WordPress.com weblog

Intimidade Física II

“Bebe a água da tua própria cisterna, e das correntes do teu
poço. Derramar-se-iam por fora as tuas fontes, e pelas praças
os ribeiros de águas? Sejam para ti somente e não para os
estranhos contigo.
Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua
mocidade, corça de amores, e gazela graciosa. Saciem-te os
seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as
suas carícias.”   (Pv 5.15-19)

Estamos tratando diretamente neste livro das principais
prioridades na vida do homem. Penso que se pudermos contribuir
para a felicidade de nossos maridos nessas áreas tão preciosas para
eles, teremos mais sucesso em entrar em outras áreas cruciais para
o seu bem-estar.
Depois de orar por vinte anos com mulheres a respeito de
seus casamentos falhos, conflituosos, insatisfatórios ou mortos,
observei que freqüentemente a relação sexual é para elas algo de
baixa prioridade. Não se trata absolutamente de a esposa não se
importar com essa parte da sua vida. Mas, sim, que há tantas outras
coisas exigindo sua atenção, tais como educação dos filhos,
trabalho, finanças, administração da casa, estresse emocional,
organização de prioridades, que o sexo pode ficar no fim da lista.
Algumas mulheres permitem que se passem semanas, meses
ou até mais sem manter relações sexuais com o marido, por uma ou
outra razão. Quando o desastre acontece, elas ficam espantadas.
Embora a esposa possa ter-se sentido bem com este arranjo, o
marido estava sendo negligenciado em uma parte importante do seu
ser.
Para a mulher, o sexo procede do afeto. Ela não quer ser
afetuosa com um homem que a faz sentir-se zangada, magoada,
solitária, desapontada, estressada, não apoiada, ignorada ou
abandonada. Mas, para o marido, o sexo é pura necessidade. Seus
olhos, ouvidos, cérebro e emoções ficam anuviados se não tiver esse
relaxamento. Ele tem dificuldade em ouvir qualquer coisa que a
mulher diga ou ver o que ela precisa quando essa área do seu ser é
negligenciada.
As esposas algumas vezes entendem isso de modo inverso.
Elas pensam: Podemos ter sexo depois de tratar de todos esses
assuntos. Mas, na verdade, há muito mais chance de resolver as
outras questões se o sexo vier primeiro.
É por isso que é importante fazer do sexo uma prioridade em
seu casamento. O ponto não é se todas as condições são perfeitas
ou se você se sente disposta para isso. O ponto é satisfazer as
necessidades de seu marido e manter abertas as linhas de
comunicação. Não é difícil fazer com que o homem se sinta
insignificante, abatido, desanimado, destruído ou tentado nesta
questão. Não há, provavelmente, nenhum meio mais importante de
satisfação para o homem e nenhuma área em que ele seja mais
vulnerável.
Os problemas sexuais são bastante comuns porque muitas
mulheres não entendem adequadamente a perspectiva de Deus
sobre o assunto. Mas a Bíblia é cristalina. “A mulher não tem poder
sobre o seu próprio corpo, e, sim, o marido; e também,
semelhantemente, o marido não tem poder sobre o próprio corpo, e,
sim, a mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo
consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e
novamente vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por
causa da incontinência” (1 Co 7.4,5). O sexo entre marido e esposa é
idéia de Deus. A não ser que estejamos jejuando e orando durante
semanas seguidas, ou estejamos fisicamente enfermos, ou
separados, não há desculpa para não praticá-lo regularmente.
Quando somos casados, nossos corpos não nos pertencem.
Devemos preocupar-nos mutuamente com a questão física e não
privar um ao outro. A freqüência do sexo depende da necessidade da
outra pessoa e não só da nossa. Se a sua atitude sobre fazer sexo
se resume apenas ao que você precisa ou ao que você não quer,
então não tem a visão de Deus. Ele diz que o nosso corpo deve ser
usado para confortar e completar noutra pessoa. Algo é edificado no
homem e no casamento quando esta necessidade é satisfeita pela
esposa. Algo é diminuído quando isso não acontece. Vocês se
tornam muito mais vulneráveis à tentação e à destruição do que
podem imaginar quando esta área de comunicação íntima é
negligenciada. Isso pode acontecer com qualquer um e é por isso
que o aspecto sexual do seu casamento e a sexualidade de seu
marido devem ser objeto de oração. É melhor começar a orar antes
de surgir a necessidade.
Se o seu marido deseja o sexo com mais freqüência e você é
quem está se retraindo, peça ajuda a Deus para mudar de atitude.
Descobri que o período mais difícil para lidar com essa
questão é quando as crianças são pequenas e não sabem cuidar de
si mesmas. Quando você finalmente as coloca na cama, está
exausta e quase caindo de sono. Só pensa em dormir o mais
depressa possível, enquanto seu marido está fazendo outros planos
para você. Suas opções são rejeitar totalmente a idéia e dizer: —
Esqueça, estou cansada —, ou dizer-lhe que está exausta e esperar
que ele diga: — Está bem. Sem problemas. Vá descansar —, ou
reagir negativamente e fazê-lo sentir-se culpado ou zangado. Mas
encontrei uma quarta opção que funciona muito melhor. Tente e veja
se dá certo para você.
Quando seu marido comunicar o que ele tem em mente,
como só um marido pode fazer, não revire os olhos e suspire fundo.
Diga em vez disso: — Está bem, dê-me quinze minutos (ou dez,
vinte, ou o que precisar). — Durante esse tempo faça o que puder
para mostrar-se atraente. Por exemplo, tome uma ducha ou um
banho relaxante. Ponha uma loção ou o perfume favorito dele.
(Tenha um perfume para usar só nesses momentos a sós com ele.)
Penteie o cabelo. Lave o rosto e prepare-o com produtos que façam
sua pele parecer úmida e fresca. Coloque um brilho nos lábios.
Ponha uma lingerie que sabe que ele acha irresistível. Não se
preocupe com as suas imperfeições; ele não está pensando nelas.
Caso se sinta constrangida, use um bonito robe que esconda os
pontos que a preocupam.
Enquanto estiver fazendo isso, ore a Deus para que lhe dê
energia, vitalidade e força renovadas, assim como uma boa atitude.
Quando estiver pronta, confie em que ele vai achar que valeu a pena
a espera. Você se surpreenderá ao perceber como pode tornar-se
uma parceira de sexo muito melhor quando está se sentindo bem
consigo mesma. Ele vai ficar mais feliz e os dois dormirão melhor.
Este é um pequeno investimento de tempo que produzirá grandes
recompensas em seu casamento.
Algumas vezes a situação é oposta, a esposa é que é sexualmente
negligenciada pelo marido. A falta de interesse dele pode
acontecer por muitas razões – físicas, mentais e emocionais. Mas se
ele ficar contente em passar mês após mês sem sexo, alguma coisa
então está errada. Se não houver um problema físico que o impeça,
talvez esteja tendo sentimentos profundos de fracasso,
desapontamento, depressão ou desânimo que precisam ser tratados.
A oração pode ajudar a revelar qual é o problema e como
resolvê-lo. Procure ajuda profissional se precisar. Isso é mais barato
do que um divórcio ou a destruição física, emocional e mental de um
casamento morto. Não permita que emoções negativas como
ressentimento, amargura, autopiedade e falta de perdão cresçam em
você. Mantenha-se sadia e atraente.
Se não tiver a si mesma em alta conta a ponto de não cuidar
de seu corpo, faça isso como um ato de bondade para ele. Compre
uma lingerie especial de que ele goste e use-a quando estiver com
ele. Faça um novo penteado. Surpreenda-o com uma nova atitude.
Mantenha sua mente despreocupada e vá em frente e em
crescimento. Basicamente, não faça nada.
Coisas desagradáveis ocorrem quando a parte sexual do
casamento é negligenciada. Não permita que isso aconteça com
você. Mantenha o olho no calendário e se recuse a deixar que passe
muito tempo sem que se unam fisicamente. Se já passou muito
tempo, peça a Deus que lhe mostre o porquê e a ajude a remediar a
situação. E, lembre-se, nunca é tarde demais para orar pela pureza
sexual, sem levar em conta o que houve no passado de vocês.
Algumas vezes os problemas sexuais no casamento são
resultado de experiências sexuais antes do casamento. Ore para
livrar-se e ficar curada dessas lembranças. A pureza se manifesta no
momento em que ela lança raízes no coração; e tudo começa na
oração. Não prejudique ou perca o que Deus tem para o seu
casamento, deixando de orar por esta área vital da sua vida.

Por:  Stormie Omartian (Extraido do livro; O Poder da Esposa q ora)

Anúncios

Navegação de Post Único

4 opiniões sobre “Intimidade Física II

  1. Um casal foi entrevistado num programa de televisão, porque estavam casados há 50 anos e nunca tinham brigado. O repórter todo curioso pergunta a mulher: – Mas vocês nunca brigaram mesmo? -Não – responde a mulher. – E como isso aconteceu? – Bem, quando casamos o meu marido tinha uma égua de estimação. Era a criatura que ele mais amava na vida. No dia do nosso casamento fomos de lua-de-mel na nossa carroça puxada pela égua. Andamos alguns metros e a égua, coitada, tropeçou. Meu marido olhou bem firme para a égua e disse: “Um!” Mais alguns metros e a égua tropeçou de novo. Meu marido encarou a égua e disse: “Dois!” Na terceira vez que ela tropeçou ele sacou da espingarda e deu uns cinco tiros na bichinha. Eu fiquei apavorada e perguntei: “Mas porque é que tu fizeste uma coisa dessas homem?” Meu marido me encarou e disse: “Um!”. Depois disso nunca mais brigamos.

  2. Qual então é o papel do sexo no casamento? Primeiro, sexo não é a única coisa no casamento. Êxodo 21:10, uma lei regulando (embora não requerendo ou aceitando) a poligamia, declara: “Se lhe tomar outra, não diminuirá o mantimento desta, nem o seu vestido, nem a sua obrigação marital.” A “obrigação marital” (Ex. 21:10) é a “devida benevolência” (I Co. 7:3), ou relação sexual. Providenciar comida e roupa para a esposa também é mencionado. (Incidentalmente, por que jovens cristãos estão namorando ou noivando, se não estão numa posição de sustentar uma esposa, mesmo num futuro previsto?) Ainda mais fundamental, os maridos devem amar suas esposas e as esposas devem se submeter aos seus maridos (Ef. 5:22-33). Além do mais, os maridos devem governar suas esposas em amor e elas devem ser auxiliadoras de seus maridos (Ef. 5:22-33; Gn. 2:20s.). Isso envolve 101 deveres de um para com o outro.

    • Em primeiro lugar senhor Prince quero agradecer sua participação, fico feliz por seu comentario. Em segundo Jamais citei em aki no meu blog q sexo é a unica coisa q há no casamento, mas sim q ela é prioridade, a base. Sexo é a expressão maxima de intimidade, q não se curte em nenhum outro relacionamento há não ser no casamento. Esse é um dos motivos por ele ser prioridade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: