♕ Blog da Ingrid Dirgni ♕

Just another WordPress.com weblog

Ele é Amor

Jesus poderia ter desistido. Imagine a mudança que precisou fazer, a distancia que teve de viajar. Como seria tornar-se carne?…

O amor vai aonde é necessário… e Cristo viajou da eternidade sem limite para ser confinado pelo tempo e tornar-se um de nós. Não precisava fazê-lo. Poderia ter desistido. Em qualquer ponto do caminho ele poderia ter colocado um ponto final naquilo tudo.

Quando viu o tamanho do útero, poderia ter desistido.

Quando percebeu como suas mãos seriam pequenas, quão suave seria sua voz, quanta fome seu estômago sentiria, poderia ter desistido. Ao primeiro sinal do mau cheiro do estábulo, diante da primeira rajada de frio. Na primeira vez em que arranhou o joelho ou assoou o nariz ou comeu pão queimado, poderia ter virado as costas e ido embora.

Quando viu o chão poeirento de sua casa em Nazaré. Quando josé lhe deu uma tarefa a cumprir. Quando seus colegas de escola cochilaram durante a leitura da Torá, a sua Torá. Quando seu vizinho tomou seu nome em vão. Quando o fazendeiro preguiçoso culpou a Deus pela colheita ruim. Em qualquer momento Jesus poderia ter dito: “Chega! Já basta! Vou para casa”. Mas ele não fez isso.

Não o fez porque ele é amor. E “o amor[…] tudo suporta” (ICO 13.4-7)

Max Lucado

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: